Buscar
  • Rodolfo Bontempo

Fusve e Prefeitura inauguram Faculdade de Miguel Pereira com presença de prefeitos, deputados e até

Evento concorrido mostra a importância da chegada do curso de Direito a Miguel Pereira

Vereadores, prefeitos, deputado estadual, deputados federais. Juízes de primeira instância, Juízes federais, desembargadores, ministros do STJ e o ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, além de autoridades de diversos municípios e do governo estadual estiveram presentes à cerimônia que marcou a inauguração da Famipe (Faculdade de Miguel Pereira) na sexta-feira, dia 23. Coube ao ministro Luiz Fux cortar o laço inaugural do Campus Desembargador Paulo César Salomão, batizado em homenagem ao desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, ex-presidente do Tribunal Regional Eleitoral, morto em 2008. Segundo o prefeito André Português (PR), a vontade de criar uma instituição de ensino superior surgiu do objetivo de atrair pessoas para Miguel Pereira, transformando o município em uma cidade universitária, evitando o deslocamento da população para outras cidades em busca de ensino. A transformação do sonho em realidade passou por uma parceria da Prefeitura com a Fundação Educacional Severino Sombra, mantenedora da USS. “Quando resolvi municipalizar o hospital da cidade, que estava fechando, foi à Fusve que recorri através de seu presidente, para me ajudar a salvar a saúde de Miguel Pereira, já que o Hospital Universitário de Vassouras sempre atendeu não só os moradores daqui, mas de toda a região. Em poucos meses, com o know-how dele, nosso hospital funciona a pleno vapor. Ao pensar na educação dos jovens e adultos da minha cidade, também não poderia deixar de solicitar a mesma ajuda, já que a Fundação é a gestora da única universidade da região”, declarou o prefeito, emocionado com a inauguração, referindo-se à gestão operacional que a Fusve realiza no Hospital Municipal Luiz Gonzaga. Presidente da Fusve, Marco Capute defendeu a interiorização do ensino superior e a ampliação da escolarização da população regional. Para ele, a Fundação Severino Sombra, como uma das maiores empregadoras da região, tem o papel social de colaborar com o desenvolvimento socioeconômico e cultural dos moradores do Centro-Sul Fluminense. “Afirmo para todos os presentes que vocês verão em breve a maior faculdade de Direito do Brasil. Enquanto gestor da Fusve, meu objetivo é transformar a educação de nossa região em exemplo no país, assim como já fazemos com a Universidade de Vassouras. Aqui vocês verão instalações modernas, professores altamente qualificados, mas, principalmente, pessoas com vontade. Eu quero fazer daqui uma faculdade que os alunos se sintam amparados e tenham vontade de estudar”. O campus da Famipe ganhou o nome do desembargador a partir de um pedido do ministro Luiz Fux ao prefeito de Miguel Pereira. Coube a Fux proferir o discurso de inauguração. “Tarefa essa difícil de erguer a minha voz, repleto de emoção e saudade para participar deste ato de inauguração de uma casa de cultura com o nome do meu saudoso amigo Paulo César Salomão, o desembargador, o amigo Paulão. O momento é singular. A inauguração de um novo campus universitário acompanha a história prospectiva do mundo, no sentido de que o maior patrimônio do ser humano será o “saber”. Como dizia Rui: “Na ordem da sacralidade das palavras a educação vem abaixo apenas da “oração””, discursou o ministro, emocionado. “Paulo era atualizado, bom jurista, pensava nas virtualidades da lei, como deveria ser aplicada ao caso concreto, e seguindo Calamandrei entendia que primeiro dever-se-ia construir uma decisão justa para depois dar-lhe uma roupagem jurídica. Para ele, era assim que se fazia justiça. Destacou-se no campo do Direito Empresarial, mas seu conhecimento era enciclopédico, uma vez que atuara como defensor e juiz em todas as áreas do Direito e em diversas comarcas. Arregimentou inúmeros amigos na magistratura, mas não era homem de receber aplauso fácil, pois para ele sinceridade não tinha limite. Dizia aquilo que pensava até o fim. O Paulo magistrado e professor está consagrado no nome de prédios públicos da magistratura e, agora, como acadêmico, neste campus universitário”. A família do desembargador esteve na cerimônia representada pela viúva Maria de Lourdes Salomão, o filho Paulo César Salomão Filho e o irmão, Luiz Felipe Salomão, ministro do Superior Tribunal de Justiça. Do STJ também estiveram presentes Antônio Saldanha Panheiro e Marco Aurélio Bellize Oliveira, além do presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Milton Fernandes de Souza. Os magistrados da região foram à inauguração: Fabio Lopes Cerqueira, juiz de Paty do Alferes, Katylene Collyer Pires, juíza de Miguel Pereira. Os deputados federais Julio Lopes (PP), Francisco Floriano (DEM), Cristiane Brasil (PTB) e Alexandre Vale (PR) estiveram presentes, bem como o deputado estadual Marcus Vinícius (PTB). Prestigiaram a inauguração os prefeitos de São João de Meriti, João Ferreira Neto (PR), Mangaratiba, Aarão de Moura Brito (PPS); de Areal, Flávio do Açougue (PTB); e de Levy Gasparian, Valter Lavinas (PTB). O secretário estadual de Saúde Luiz Antônio Teixeira Júnior e o presidente do DETRAN-RJ, Vinícius Farah também compareceram. Participaram ainda vereadores de Miguel Pereira e Barra do Piraí, bem como a vereadora Rosi Farias (PP), de Vassouras. As aulas na Famipe têm previsão de início para o segundo semestre deste ano. Inicialmente, além do curso de Direito, antiga reivindicação dos moradores do município, a Faculdade de Miguel Pereira oferecerá o curso de Gestão Pública. Ao todo, serão abertas 150 vagas no campus Desembargador Paulo César Salomão.

143 visualizações

TRIBUNA DO INTERIOR EDITORA LTDA. Registro  Estadual nº 3320598969-9

Inscrição Municipal nº 6813 L 115 - CNPJ 02.528.144/0001-40

Registro na ADJORI – RJ 78 

Redação, Administração e Oficinas – Rua Profº Marcelo de Alcântara Pinto, 173,

Telefone: (24) 2471-7822

Parque J.K., Vassouras - RJ - CEP 27.700-000

Contador de acessos