Buscar
  • Rodolfo Bontempo

Iphan prepara festa para celebrar os 60 anos do tombamento de Vassouras

• Conjunto arquitetônico e paisagístico de Vassouras é patrimônio nacional desde 1958

Junho de 1958. Mais precisamente no dia 26 de junho o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) registrou no Livro de Tombo Histórico o conjunto arquitetônico e paisagístico de Vassouras. O tombamento da cidade se deu a partir do trabalho de um então jovem arquiteto Augusto Carlos da Silva Telles. Uma exposição sobre a obra de Silva Telles, morto em 2012 aos 89 anos, integra a programação preparada pelo escritório técnico do Iphan no Médio Paraíba para celebrar os 60 anos de Vassouras como patrimônio histórico nacional. Para a arquiteta Luciana Pappacena, chefe do escritório técnico do Médio Paraíba, “comemorar 60 anos de tombamento é um marco importante para a cidade, que foi o coração do Brasil Império através da economia do café cultivado pelas mãos dos escravizados”. A programação vai muito além da homenagem ao arquiteto que cumpriu carreira brilhante no Iphan e celebra a diversidade da cultura popular construída em Vassouras. “Andar nesse Centro Histórico é conhecer o modo de viver e fazer no século XIX, período da nobiliarquia brasileira que se assentava sobre a mão de obra dos negros africanos, como Manoel Congo, que lutava pela liberdade. Uma parte significativa deste período sobrevive até o momento pela resistência de: jongueiros, capoeiristas, calangueiros, folias de reis, caninha verde, maculelê, as rezadeiras, entre outros, enchendo nosso cotidiano de tradição, da diversidade cultural com o espaço urbano construído no qual se inclui o calçamento e urbanização”, comenta Luciana. Para a arquiteta, “a festa retoma este passado englobando o presente junto a toda a região do Vale do Café, trazendo para a juventude atual a possibilidade de comemorar, participar e se interessar pela sua própria história”. A festa acontece nos dias 24, 25 e 26 de junho. Uma missa na Matriz de Nossa Senhora da Conceição no domingo, 24, às 10h30, com a participação do Quinteto Imperial, marca o início da programação. Ainda no domingo, a programação prevê oficina de Terra Biapó, Choro no Coreto da Praça Barão de Campo Belo, visita guiada pelo Centro Histórico, além de oficina de capoeira, jongo, caninha verde e rezadeiras e cortejo de tradições . Na segunda-feira, 25, um fórum vai discutir o patrimônio de Vassouras. Na terça, aniversário do tombamento, um culto ecumênico vai celebrar a data.

105 visualizações

TRIBUNA DO INTERIOR EDITORA LTDA. Registro  Estadual nº 3320598969-9

Inscrição Municipal nº 6813 L 115 - CNPJ 02.528.144/0001-40

Registro na ADJORI – RJ 78 

Redação, Administração e Oficinas – Rua Profº Marcelo de Alcântara Pinto, 173,

Telefone: (24) 2471-7822

Parque J.K., Vassouras - RJ - CEP 27.700-000

Contador de acessos