Buscar
  • Rodolfo Bontempo

Empresários apresentam sugestões e queixas a prefeito durante Café Empresarial

• Em evento lançado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, empresários pediram ordenamento do Centro Histórico e instalação do estacionamento rotativo


O prefeito Severino Dias e o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico Wanderson Farias se reuniram na noite da terçafeira, 9, no Centro Cultural Cazuza, com representantes do comércio e setor de serviços do município. A 1ª edição do Café Empresarial, uma parceria da Secretaria de Desenvolvimento com a ACiAV e outras entidades representativas do empresariado, mostrou que o espaço pode ser um importante canal de diálogo entre o município e seus empresários, que puderam apresentar queixas e sugestões ao prefeito e ao secretário. Wanderson Farias detalhou algumas ações na área do Turismo e do desenvolvimento econômico. Lembrou que o Café Empresarial vai seguir o modelo do Café com Turismo, que já ocorre há alguns anos, e é um importante espaço de interlocução entre os empresários do turismo e o poder público. Ele espera que o Café Empresarial tenha a mesma pegada e seja uma ferramenta importante na construção das políticas públicas do turismo e do desenvolvimento econômico. “O Café Empresarial é uma forma de nos aproximarmos mais do empresário, de enxergar melhor as necessidades dele e tentar enfrentar juntos os problemas e gargalos do nosso desenvolvimento”, afirmou Wanderson, que destacou a diversidade e representatividade do público que compareceu ao primeiro encontro. Severino Dias reafirmou o seu compromisso com uma gestão democrática e participativa. O prefeito agradeceu a presença e o esforço de todos e garantiu disposição para avançar. “Temos aqui empresários dos diversos setores da economia e da sociedade. Estamos muito satisfeitos com o resultado da reunião. Precisamos agora continuar a tirar os projetos do papel”. Durante o encontro, empresários apresentaram sugestões e críticas ao governo municipal. “O turismo cultural precisa ordenar o espaço. Temos uma praça maravilhosa, sem ordenação”, afirmou Wílson de Maio, da Bomtempo Turismo. Ele questionou o número de clientes atendidos pelo restaurante que fica ao lado da praça. “São muitas mesas e um banheiro. Não dá vazão e os clientes acabam procurando o banheiro do shopping, que já se tornou um banheiro público e nós é que pagamos a conta. Você tem de ter estrutura para atender o seu cliente”, reclamou. A instalação de trailer de fast food na Praça Eufrásia Teixeira Leite também foi criticada. “Nós acabamos nos precipitando com a possibilidade da loja de eletrodoméstico comprar o terreno no Largo da Feira. Acabou que a venda foi impedida pela Justiça e a loja não vem mais. Vamos urbanizar aquele espaço e os trailers voltarão para lá. Mas não poderão ser fixos. Estarão lá à noite, servindo os clientes, mas não poderão ficar instalados no local. Os comerciantes que estão na Otávio Gomes e na Praça Eufrásia Teixeira Leite irão para aquele espaço”, afirmou Severino. Os empresários reclamaram ainda do “excesso de quebra-molas” e da conservação dos paralelepípedos. O prefeito afirmou que começará, nas próximas semanas, o trabalho de realinhamento dos paralelepípedos da cidade. Informou também que a Prefeitura aluguel um imóvel na Rua Barão de Capivari, ao lado da Praça Barão de Campo Belo, onde será instalado um museu. O prefeito acredita que banheiros públicos colocados no Museu podem, inclusive, atender a demanda de turistas que visitam a Matriz de Nossa Senhora da Conceição e reclamam da falta de um sanitário. “Faz tempo que, mais que um templo religioso, a Matriz é uma atração turística. E os visitantes sempre reclamam a ausência de um banheiro”, comentou o padre José Antônio da Silva. A não implementação do estacionamento rotativo foi outra crítica apresentada. Severino Dias afirmou que problemas no estacionamento em um município da região fez com que o governo adiasse a inauguração do estacionamento para uma melhor análise jurídica a respeito. “Um município vizinho teve problema com o estacionamento rotativo e resolvemos estudar melhor a questão, ele já era para estar funcionando”. O prefeito ressaltou a importância da obra na galeria de águas pluviais do Centro da Cidade. “Sofremos algumas críticas, mas encaramos de frente e tenho certeza que isso já representa um grande ganho para o município”, afirmou

32 visualizações

TRIBUNA DO INTERIOR EDITORA LTDA. Registro  Estadual nº 3320598969-9

Inscrição Municipal nº 6813 L 115 - CNPJ 02.528.144/0001-40

Registro na ADJORI – RJ 78 

Redação, Administração e Oficinas – Rua Profº Marcelo de Alcântara Pinto, 173,

Telefone: (24) 2471-7822

Parque J.K., Vassouras - RJ - CEP 27.700-000

Contador de acessos