Posts Recentes
Posts Em Destaque

PAC das Cidades Históricas vai garantir reforma de antigo fórum

• Empresa que venceu a licitação já monta canteiro de obras no Paço Municipal; Iphan funcionará na antiga Asepava

Uma boa notícia para os vassourenses. Depois da reforma do prédio da antiga Asepava (Ação Social e Educativa dos Paroquianos de Vassouras), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional se prepara para começar a reformar o Palacete do Barão de Ribeirão, que já serviu como sede do Judiciário, cadeia pública e Paço Municipal. Hoje, o prédio abriga o escritório técnico do Iphan. A empresa vencedora da licitação começou, semana passada, a organizar a instalação do canteiro de obras. O prédio de 900 m² conta com dois pavimentos, mais a área externa, 34 cômodos e foi residência do Barão de Ribeirão. Herdado pelo Visconde de Cananéia, chegou a funcionar como hotel. Foi vendido ao governo do estado em 1896, quando este organizava suas comarcas. Por muito tempo funcionou como sede do Judiciário no município e chegou a contar com a cadeia pública. Com a construção de um prédio mais moderno para abrigar o Judiciário, recebeu sua primeira restauração. Após a obra, passou à sede da Prefeitura, já na administração Altair Paulino, em 2001. Problemas na conservação do prédio levaram à transferência do Centro Administrativo na primeira gestão de Renan Vinícius. O prédio, parcialmente interditado, passou a ser administrado pelo Iphan em 2012. A ordem de serviço para a realização da obra, que é fruto do processo iniciado em 2013 no PAC das Cidades Históricas, foi assinada semana passada. Vencedora do processo de licitação entre sete outras empresas, a Estudio G começou a organizar o seu canteiro de obras. Durante as obras, que têm duração prevista de 18 meses, o escritório técnico do Iphan no Vale do Paraíba vai funcionar na antiga Asepava. Após a obra, o espaço será aberto para a visitação da comunidade. O Iphan voltará ao prédio, bem como os arquivos do município e do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que estiveram durante anos sob a guarda do antigo Centro de Documentação Histórica da Fusve e hoje está sob responsabilidade do Iphan. Chefe do Iphan em Vassouras, Luciana Pappacena enxerga a obra como mais um passo importante na recuperação do conjunto paisagístico de Vassouras, tombado em 1958. “Felizmente, vivemos um momento de recuperação de nosso patrimônio”, afirma, lembrando do restauro do prédio da Asepava, obra do PAC entregue à comunidade em 2018, e da reforma da antiga Casa de Cultura, patrocinada por Lucinha Araújo a partir de projeto aprovado pelo PAC. O antigo Asilo Barão do Amparo também passará por reformas, custeadas pela Fundação Cultura de Vassouras, liderada pelo empresário Ronaldo Cezar Coelho.

Siga
Nenhum tag.
Procurar por tags
Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

TRIBUNA DO INTERIOR EDITORA LTDA. Registro  Estadual nº 3320598969-9

Inscrição Municipal nº 6813 L 115 - CNPJ 02.528.144/0001-40

Registro na ADJORI – RJ 78 

Redação, Administração e Oficinas – Rua Profº Marcelo de Alcântara Pinto, 173,

Telefone: (24) 2471-7822

Parque J.K., Vassouras - RJ - CEP 27.700-000

Contador de acessos